COMO INTRODUZIR DIVERSIDADE, EQUIDADE E INCLUSÃO NO SEU PROGRAMA DE VIAGEM CORPORATIVA

A indústria de viagens corporativas está demonstrando um interesse crescente em diversidade, equidade e inclusão, mas converter essa conversa em ação pode ser lento para compradores e fornecedores, que muitas vezes não sabem por onde começar. A Vice-Presidente Sênior de Diversidade e Inclusão da BCD Travel, Yvette Bryant, compartilha quatro maneiras práticas para os gestores de viagens começarem a integrar DE&I em programas de viagens corporativas.

Por Yvette Bryant, vice-presidente sênior de diversidade e inclusão da BCD Travel

Forças de trabalho cada vez mais diversificadas significam mais viajantes de negócios com

Yvette Bryant, SVP, Diversity & Inclusion at BCD Travel

necessidades e preferências únicas. À medida que os travel managers criam ou desenvolvem programas de viagens, eles devem considerar como melhor representar e respeitar a diversidade para que os viajantes, de todas as origens, se sintam apoiados e incluídos.

4 DICAS PARA COMEÇAR

É imperativo entender o estado atual da política de viagens de uma perspectiva de DE&I, em todos os níveis da organização – o que está funcionando, o que pode ser melhorado e o que é necessário, mas não fornecido atualmente. Se sua organização possui um programa corporativo de DE&I, aproveite-o para viagens. Por exemplo, conselhos de diversidade ou grupos de inclusão, formados por membros e aliados de uma determinada comunidade – mulheres, pessoas com deficiência ou LGBTQ+, por exemplo – conscientizam e fornecem soluções para os desafios que enfrentam. Mais do que ninguém, eles sabem o que precisam para prosperar e podem ser canais de feedback valiosos para as mudanças que você procura fazer.

Os programas de viagem mais bem-sucedidos tornam as viagens corporativas fáceis, produtivas e seguras. Os departamentos de RH bem-sucedidos concentram-se no engajamento dos funcionários e na promoção do bem-estar. Ambos são essenciais para a capacidade de uma empresa crescer e inovar. Envolva suas equipes de RH para descobrir o que os funcionários estão dizendo sobre DE&I e para implementar estratégias desenvolvidas a partir de seus canais de feedback que abordam as lacunas atuais e, por fim, aumentam o engajamento e a satisfação dos colaboradores. Uma política de viagens bem projetada contribuirá para um pacote de benefícios atraente, que ajudará o RH a recrutar e reter funcionários leais, engajados e produtivos.

As empresas devem cuidar da segurança e do bem-estar de todos os viajantes, mas certas dimensões de diversidade, como raça e etnia do viajante, gênero, identidade e expressão de gênero, idade, orientação sexual e acessibilidade para viajantes com deficiência podem exigir consideração especial:

  • Entenda se há riscos elevados para diversos funcionários. A etnia, gênero, identidade e expressão de gênero ou orientação sexual aumentarão as chances de um funcionário ser alvo em determinados países?
  • Garanta opções acessíveis para viajantes com deficiência durante as viagens e no destino.
    Informe os líderes da empresa sobre os riscos potenciais e as responsabilidades de duty of care.
  • Eduque os funcionários sobre os riscos e precauções, bem como os recursos disponíveis.
  • Facilite a comunicação dos viajantes com sua empresa, sobre preocupações ou incidentes.
    Crie e teste um plano de resposta para lidar com incidentes.

Quando as pessoas estão bem informadas, elas são mais capazes de tomar decisões assertivas que as mantêm seguras e confortáveis. Ajude seus viajantes a se familiarizarem com as normas sociais em países estrangeiros – por exemplo, criando guias de destino.

Stay in the know,
even on the go

Never want to miss a thing?

We'll get you the latest news, trends, insights and BCD news right in your inbox.