Informe-se: Políticas de companhias aéreas e tendências de preços

Uma nova série do blog da Advito sobre contratos com companhias aéreas e orienta os tomadores de decisão na compreensão de suas necessidades aéreas nesta nova era das viagens corporativas. Escrito pelo Diretor de Prática Aérea da Advito, Ryan Hohag, os posts examinam o que a pandemia significou para as políticas das companhias aéreas e mapeia uma estratégia os dias que virão. O que você deve esperar? Os programas de viagens e os viajantes continuarão a se beneficiar da flexibilidade nas tarifas de alteração para rotas domésticas e internacionais, prevê Hohag. Muitas companhias aéreas prorrogaram a data de validade de …

Uma nova série do blog da Advito sobre contratos com companhias aéreas e orienta os tomadores de decisão na compreensão de suas necessidades aéreas nesta nova era das viagens corporativas. Escrito pelo Diretor de Prática Aérea da Advito, Ryan Hohag, os posts examinam o que a pandemia significou para as políticas das companhias aéreas e mapeia uma estratégia os dias que virão.

O que você deve esperar?

Ryan Hohag, Advito Air Practice Director

Os programas de viagens e os viajantes continuarão a se beneficiar da flexibilidade nas tarifas de alteração para rotas domésticas e internacionais, prevê Hohag. Muitas companhias aéreas prorrogaram a data de validade de vouchers recebidos de cancelamentos de voos em bilhetes existentes e novas reservas. Programas de fidelidade e incentivos e seus respectivos status provavelmente serão oferecidos para compradores de viagens que se comprometam com volumes significativos durante 2021.

Como resultado dessa flexibilidade, as companhias aéreas perderão parte de seu poder de barganha com clientes corporativos. Eles buscarão maneiras novas e criativas de agregar valor aos clientes de viagens corporativas, além da economia. Além disso, as reduções permanentes de programação e a consolidação inevitável levarão a aumentos de tarifas à medida que a demanda crescer este ano.

Necessidades X desejos

As viagens de corporativas serão mais seletivas à medida que as empresas decidem o que é ou não “crítico para os negócios”. As solicitações de viagens serão atendidas com maior cuidado, já que as equipes de viagens buscam um ROI potencialmente maior por viagem. Os requisitos específicos de cada destino também afetarão as decisões de viagem. As restrições podem aumentar, Hohag diz, como – por exemplo- sobre os requisitos de vacinação.

O ritmo de viagens está sempre relacionado com a atividade da empresa. Podem surgir novos viajantes- unidades de negócios de RH a TI agora têm mais necessidade de viajar. Uma prática recomendada é envolver a todos os interessados para garantir que as ferramentas e políticas corretas estejam em vigor para ajudar a preservar a continuidade dos negócios.

Obtenha os melhores resultados com os dados do programa da companhia aérea

 Em sua segunda postagem, Hohag orienta que os dados de 2019 sejam usados como base inicial ou ponto de partida para ajustar o volume futuro projetado. Por quê? Porque foi um ano inteiro e oferece o máximo potencial de gastos.

Comece a revisão com duas etapas:

  1. Mapeie as mudanças que afetarão suas viagens (sua equipe de vendas realizará o que precisa virtualmente? Haverá reuniões internas?)
  2. Considere outras mudanças organizacionais que afetarão sua política de viagens

Hohag sugere o uso de modelagem “e se” para prever gastos e mapear uma variedade de cenários, de conservador a agressivo, com base na velocidade de recuperação. Mas não negligencie os dados de 2020, ele adverte. Isso pode revelar pistas e padrões sobre viagens essenciais, mudanças no comportamento de compra do viajante, compliance e como seus parceiros o apoiaram durante a recessão.

Compreender as expectativas e fazer um bom uso dos dados é apenas parte de uma estratégia de recuperação, diz Hohag. Uma linha comum para todas as estratégias de contratação de companhias aéreas durante 2021 deve ser o foco em fornecedores de qualidade, que estão comprometidos em ajudar a trazer seu programa de volta.

Stay in the know,
even on the go

Never want to miss a thing? We'll get you the latest news, trends, insights and BCD news right in your inbox.